Blogue Patrocinado Por

Blogue Patrocinado Por

sábado, 26 de agosto de 2017

Tarte de Figos e Noz...

Aqueles dias em que decido dar asas à imaginação, testar receita nova, até porque os ingredientes necessários estão todos ali na despensa. Mãos à obra!
Tens na bancada os ingredientes, o fogão e a Bimby já estão a trabalhar e a campainha toca, vais abrir a porta, recebes os primos que não estavas à espera, a hora do lanche a aproximar-se...e no meio da alegria de os rever, entre abraços e beijinhos, a Tarte está ali, meia feita - meia por fazer!
Os primos ficam contentes por me ver em ação, fazem perguntas, eu respondo. Recordamos outros tempos em que juntos questionávamos a minha Avó com as receitas dela e por incrível que pareça...estou eu agora a reproduzir o papel dela e eles ali comigo.
Que SAUDADES! Esta vida, de facto é um ciclo... e eu sinto-a ali, connosco... os olhos inundam-se de lágrimas e há um silêncio na cozinha.
Todos sabemos o que estamos a pensar e sentir. Não dissemos uma única palavra e surge o abraço entre todos. LINDO!
A Tarte vai para o forno, continuamos na converseta, tiro-a do forno e ali fica no centro da mesa a arrefecer, a pedir para ser cortada para o lanche e no meu pensamento...
"Ó pá, já não vou tirar as fotos que queria e a receita? Tenho que fazer esta publicação! A sério? A Tarte vai desaparecer..."Pensamento de Blogger!!!"
Não desapareceu, mas quase...sobraram apenas estas fatias para vos contar a história. Contudo, fica a promessa que numa próxima, tirarei fotos dela inteira!
Mesmo assim, fiquei feliz, não só por registar as fatias, mas também por partilhar com eles e convosco.
Os primos adoraram a minha Tarte, levaram a receita, foram felizes e eu também fiquei.
É simplesmente deliciosa.
Os Figos...a minha perdição de Verão.
Como até não poder mais, mesmo assim, esforcei-me por conseguir guardar alguns, especialmente para esta receita.
Adoro!
Os Figos e as Nozes...uma combinação maravilhosa!


Ingredientes:
150g Nozes
12 Figos Pingo de Mel, maduros
5 Ovos
200g Açúcar
100ml Água
1 base de Massa Folhada
Nozes e Figos para decorar
Açúcar em pó para polvilhar
Preparação:
1. Num tacho, deitar a água e o açúcar.
Levar ao lume e assim que começar a ferver, baixar um pouco a temperatura.
Deixar atingir o ponto de fio. Cerca de 8-10Min. depois de começar a ferver.
Assim que atingir o ponto desejado, retirar imediatamente do lume, deitar a calda de açúcar num recipiente e deixar arrefecer durante 5Min., mexendo de vez em quando.
( Na Bimby, programar 8Min./Varoma/Vel.2)
Reservar.
2. No copo da Bimby, deitar as Nozes.
Programar 10Seg./Vel.7
3. Adicionar a polpa dos Figos e os ovos.
Programar 15Seg./Vel.5
4. Verter este preparado na calda de açúcar e misturar.
5. Forrar uma tarteira de fundo amovível com a base de massa folhada.
Picar com um garfo e verter o preparado da tarte.
6. Levar ao forno pré-aquecido a 180º/ até dourar.
Cerca de 25Min.
7. Retirar do forno, deixar arrefecer.
Polvilhar com o açúcar em pó, decorar com Figos e Nozes.









sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Panquecas douradas, fofas, altas e deliciosas...

As míticas Panquecas Americanas...todos as adoram, nas suas mais variadas versões!
E sempre que vemos um filme ou série televisiva, elas estão lá: as famosas Panquecas Americanas.
E quem os vê, filmes ou séries, não tem como ficar indiferente às já habituais imagens dos típicos dinners americanos, onde os protagonistas são sempre presenteados com as panquecas mais douradas, fofas, altas e deliciosas…totalmente irresistíveis!
E quando isso acontece, não há como não pensar que gostaria de as experimentar...
Mas, ainda que não nos possamos transportar até aos cenários dos filmes ou das séries, podemos, isso sim, fazer as nossas panquecas.
A receita que mais gosto de usar é ESTA , simplesmente perfeita! Mas outras receitas vão surgindo e não há como lhes resistir.
As Panquecas são um dos ex-libris da gastronomia americana. Aliás, têm até um dia nacional.
Não há pequenos-almoços, lanches ou brunch onde elas não estejam.
Sempre versáteis e com um aspeto delicioso, as Panquecas permitem uma imensidão de combinações, desde a fruta ao chocolate, passando pelo mel ou frutos secos, iogurtes ou queijos, por exemplo...
Vamos à receita?


Ingredientes:
200g de farinha T55 OU outra a gosto (Amêndoa, Aveia, Integral...)
1c. sobremesa de fermento em pó para bolos, ROYAL
35g Açúcar
2 Ovos
2 Iogurtes natural Açucarados OU 200ml de Leite
Preparação:
1. Separar as claras das gemas e bater as claras em castelo.
Usei uma batedeira. Reservar.
2. No copo, deitar os restantes ingredientes. Programar 30Seg./Vel.3
3. Adicionar o preparado às claras em castelo reservadas e envolver com uma vara de arames, delicadamente.
4.  Numa frigideira anti-aderente, deixar aquecer por 2/3Min.   
Com uma concha, deitar a massa na frigideira, sem espalhar.
Quando a massa começar a ficar com buraquinhos à superfície, virar com uma espátula e deixar a dourar do outro lado.
Repetir até terminar.
5. Depois, é só decorar a mesa do pequeno-almoço.
Adicionar mais alguns acompanhamentos e fazer a família feliz!



quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Panna Cotta...

O meu querido mês de Agosto, segue a tendência do mês de Julho... se o Julho foi mês de cirurgia e recuperação, o mês de Agosto tem sido pautado, principalmente por momentos em família,  de descontração, de pausas, de festas de aniversário e casamento e o regresso às publicações do blogue faz-se muito lentamente, mas hoje, há uma publicação fresquinha e doce no seguimento do passatempo que está a decorrer...lá no Facebook!
Usei, claro está, a Mágica da Tupper - Dona de Casa Organizada o que me permitiu um desenformar perfeito e que visualmente fica lindíssimo.
Dias extremamente quentes exigem sobremesas fresquinhas, como esta.
A receita foi inspirada noutra que já anda cá pelo blog, podem ver AQUI mas quis fazer uma nova adaptação.
Não saiu da forma que idealizei, pois houve ali uma separação de ingredientes, mas o sabor esse...tal e qual o esperado.
Delicioso!


Ingredientes:
3 iogurtes de aroma de Morango
400ml Natas (para bater)
6 folhas de gelatina
50g Açúcar
Compota para acompanhar
Preparação:
1. Colocar as folhas de gelatina num recipiente com água fria para hidratar.
Reservar.
2. Deitar no copo os iogurtes, as natas e o açúcar. Programar 8Min./90º/Vel.2
3. Rejeitar a água das folhas de gelatina e deitar na mistura da Panna Cotta.
Programar 15Seg./Vel.4
4. Deitar o preparado n'A Mágica da TUPPERWARE, fechar com a tampa e levar ao frigorífico até solidificar.


Desenformar.




Decorar com compota a gosto e servir.




sábado, 5 de agosto de 2017

Pão Doce Francês...

Historicamente, o Pão Doce Francês é um dos pães fermentados mais antigos do mundo e acredita-se que a sua produção começou no Norte da França, em Brie.
Os primeiros Pães Doces Francês  foram confecionados com farinha, sal, água e queijo Brie, iguaria que atribuía um tempero especial a esta maravilha. Mas, com o passar do tempo, e como na maioria das receitas, novos ingredientes foram adicionados à receita base.
Pelos arredores de Paris, o queijo Brie foi substituído por leite, ovos, manteiga e açúcar, fazendo um extraordinário sucesso e acreditem transformando-o em algo muito melhor.
Com esta transformação da receita, o Pão Doce Francês passou a ser um pão de massa fermentada doce, sofisticado e muito apreciado pelos nobres franceses e por mim que o ADORO, pela sua maciez, aroma e sabor inconfundíveis.
Mas...há sempre um mas, a massa do Pão Doce Francês TEM que ser preparada de véspera!
Pois, eu sei...mas pensem comigo:
preparar de véspera e na manhã seguinte, só ter que o colocar no forno e ao pequeno almoço Pão Doce Francês quentinho para degustar, haverá algo melhor?
Bonjour!


Ingredientes:
5 Ovos
80g de Açúcar
550g farinha T55
125g Manteiga
175ml Leite
10g Flor de Sal, SALINAS CORREDOR DO SOL
11g levedura em pó FERMIPAN ou 20g fermento fresco
1 Ovo para pincelar (usei apenas água)
Preparação:
1. Num recipiente misturar primeiro os ingredientes secos: farinha, açúcar e sal.
Reservar.
2. No copo da Bimby, deitar o leite, a manteiga e o FERMIPAN
Programar 3Min./37º/Vel.2
Deixar repousar 5Min. de modo a que o fermento seja ativado.
3. Ligar a Bimby, na velocidade 1, sem tempo programado e pelo bucal adicionar os ovos, um a um.
4. Após os ovos estarem todos adicionados, juntar agora a mistura dos ingredientes secos reservados.
Programar 5Min./Vel.Espiga
5. Retirar a massa e colocar num recipiente, tapando-a com um pano húmido por cerca de 1H.


6. Passado esse tempo, retirar a massa do recipiente e colocá-la sob uma bancada polvilhada com farinha.
Moldar a gosto.
Decidi dividir a massa em 2 partes iguais e formei 2 rolos, enroscando um no outro.




Coloquei, então a massa numa forma própria para pão, revestida com papel vegetal e levei ao frigorífico toda a noite, no mínimo 12 horas.
Quando refrigeradas, as massas continuam a fermentar e quando estão no frio por um largo período, a massa fermenta muito melhor e o resultado é um pão sem sabor a fermento e com sabor a pão de verdade!
7. Na manhã seguinte, é só retirar o Pão Doce Francês  do frigorífico e deixar 30Min., à temperatura ambiente.
8. Pré-aquecer o forno a 180º, pincelar com ovo batido OU água e levar a forno e deixar assar até obter uma cor douradinha, cerca de 40Min.








quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Pastéis de Feijão...

Um doce típico de Portugal, cuja receita remonta ao séc. XIX e que tem como ingredientes base a Amêndoa e o Feijão branco.
Chegar até à receita original é impossível, pois claro, mas aproximar-nos é possível, adaptar a nosso gosto é uma tarefa tornada realidade.
Existem muitas receitas, muitas variações, umas que agradam mais, outras menos...então fiz à minha maneira e correu bem!
Em formato Pastel ou até mesmo em Tarte de Feijão faz sempre as delícias cá de casa.
O êxito deste doce prende-se aos detalhes com que são feitos, com os pormenores, mais até do que com o segredo das quantidades dos ingredientes.
Quanto à sua qualidade...bem essa, está intimamente ligada à minúcia da própria confeção que faz dele um doce sublime.
Dar atenção aos pequenos detalhes faz com que o resultado final de qualquer receita seja simplesmente deliciosa. ;)


Ingredientes:
3 ovos + 4 gemas
100g Feijão branco cozido
80g Amêndoa
150g Açúcar
100ml água
casca de 1 Limão
1 Placa de Massa Folhada
Açúcar em pó q.b.
Preparação:
1. No copo da Bimby deitar a água, a casca do Limão e o açúcar.
Programar 8 Min./100º/Vel.2
2. Retirar a casca do Limão.
Retirar os copo da base, até que atinja a temperatura 60º.
3. Voltar a colocar o copo na base, adicionar a Amêndoa e o Feijão.
Programar 10Seg./Vel.5


 4. Juntar os ovos e as gemas. 5Seg./Vel.5
Reservar.


5. Enrolar a base de massa folhada e dividir em porções com 2cm de largura.
Forrar as formas próprias para pastel.




 6. Deitar o preparado na formas até encher.
Polvilhar com uma camada generosa de açúcar em pó.


7. Levar ao forno a 200º/ cerca de 20Min.


Retirar do forno, deixar a temperatura estabilizar por 10Min., polvilhar com mais um pouco de açúcar em pó e servir.
Mornos ou frios, serão uma delícia!