Blogue Patrocinado Por

Blogue Patrocinado Por

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Torta de claras com creme de caramelo...

Nunca gostei da palavra ADEUS...e raramente a uso. Parece-me algo muito definitivo, com a duração de eternidade e esta é longa demais...Tenho a certeza que despedir-mo-nos de alguém que parte é entregar nas mãos de Deus esse alguém...Nunca aprendi a dizer ADEUS! E a verdade é que nunca irei querer aprender, pois dói, dói de verdade e dói muito. Prefiro pensar que este tipo de partidas definitivas são o início de novas etapas, de novos recomeços, mas com a noção de que existem lugares que são deixados vazios e que jamais irão ser preenchidos ou substituídos.

Ontem, partiu uma colega e de imediato faz lembrar a partida da minha avó, tão recente ainda... Existem feridas que vão sarando ao longo do tempo, mas que são abertas de vez em quando e aí temos a noção que estas nunca irão sarar...NUNCA! E a SAUDADE...essa jamais terá fim!

Certo dia, recebo uma mensagem de alguém que me pedia uma dica. O seu nome era Raquel…a partir deste dia trocamos algumas mensagens sempre acerca de dicas e truques do mundo da cozinha. Tal como eu, era uma apaixonada pela Bimby, pela cozinha, pela partilha daquilo que gostava de fazer. Numa dessas vezes, falamos do Molotoff, o segredo para não baixar depois da cozedura, mas segredo não há Sorriso é mesmo uma questão de deixar arrefecer dentro do forno e sorte, claro! Molotoff…e fazer uma Torta de Claras? Molotoff já é uma aventura, transformar este numa Torta...mas, como sempre, desistir não era uma palavra que constasse no nosso dicionário. No dia em que soube que a Raquel tinha partido, foi esta a homenagem que lhe quis prestar, aventurei-me com a Torta de Claras e correu tão bem Sorriso 
Sei que ficarias contente em ver o resultado final, prometi e cumpri!

 

2015-01-12 19.19.00

Ingredientes:

8 claras
150g açúcar
1 pitada de sal
gotas de limão

Creme:
1/2 lata de leite condensado cozido
2 ovos
125g leite

Preparação:

1. Pesar o açúcar, pulverizar 15Seg./Vel.9 e reservar.
2. Pré-aquecer o forno a 180º.
3. Colocar a borboleta, as claras, o sal e as gotas de limão. Programar 12Min./Vel. 3 1/2.
4. Passados os 9Min. adicionar pelo bucal o açúcar em pó reservado.
5. Forrar um tabuleiro com papel vegetal e untar bem com manteiga, polvilhar com açúcar.

2015-01-12 18.34.33

6. Deitar as claras no tabuleiro e alisar.

2015-01-12 18.39.20

7. Levar ao forno cerca de 8Min. ou até alourar.
8. Desenformar em cima de um pano, enrolar de imediato e deixar arrefecer. Tal como irão verificar, á saída do forno as claras vão estar altinhas, mas vão baixar ligeiramente, mas é mesmo assim. De qualquer modo, fica perfeita para uma torta, como podem ver pelas fotos.

2015-01-12 18.50.51

9. Creme de caramelo: Colocar todos os ingredientes no copo e programar 8Min./90º/Vel.2 1/2
10. Deitar o creme por cima da torta e levar ao frigorífico até ao momento de servir. Podem fazer cerca de 2H antes de servir, para que possa estar fresquinha.

2015-01-12 19.18.372015-01-12 19.21.13

Para ti, Raquel Apresentação...que a tua alma descanse em paz...Até sempre! Coração vermelho

" Não choreis...Eu continuarei a amar-vos na outra vida. O amor está na alma e a alma não morre. "

2015-01-13 18.34.23

3 comentários:

  1. Ficou mesmo muito bonita essa tua torta.
    A Vida é apenas uma passagem, por muito que isso custe....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obg, Luísa.
      É isso mesmo, uma passagem...bjinhos

      Eliminar