Blogue Patrocinado Por

Blogue Patrocinado Por

domingo, 11 de outubro de 2015

Bolo de Figos e especiarias…para o meu Pai!

A 11 de Outubro de 1951, nascia um bebé e anos mais tarde esse bebé viria a ser o meu Pai!

Na longa jornada da vida encontramos muitos mestres: alguns seguimos, outros abandonamos.
Entre todos esses mestres, um deles é o que mais amamos. O seu nome é simples e muito fácil de pronunciar: é o meu Pai.

O meu Pai é muito mais do que um amigo, um herói. Ele é como um mentor, metaforicamente falando, é o piloto da minha vida, o comandante que me coloca no caminho e me dá a oportunidade de seguir em frente, passo a passo, mas sempre debaixo de sua asa protectora.

Quando eu era pequenina ergueste-me nos braços, elevando-me acima da tua cabeça e descobri que tu querias que eu percebesse o mundo de um ponto de vista muito mais abrangente.
Quando comecei a dar os meus primeiros passos, deste-me a mão e entendi que tu não desejavas andar comigo no colo para sempre: querias que eu andasse com as minhas próprias pernas.
Quando trouxe para casa os meus primeiros TPC sentaste-te, com a mãe, ao meu lado, orientando-me, mas nunca os fizeste por mim e agora entendo que tu apenas desejavas que o que estava ali a aprender fosse uma conquista minha.
Quando desejei salvar o mundo, nos ardentes dias da juventude, ensinaste-me que a moderação e o bom senso têm que fazer parte de nós.
Nos momentos difíceis, tu estiveste sempre ao meu lado para me apoiar, e nas horas de felicidade nunca me faltou o teu abraço para compartilhar.
Quando fraquejei diante do primeiro embate da vida, tu falaste de coragem…e a teu lado, vou superando a perda daquela que tanto é para nós, porque ao chorar as lágrimas provocadas pelo primeiro sofrimento e pela eterna saudade, tu ajudas-me a aceitar, pacientemente…
Quando senti na minha alma os açoites dos primeiros vendavais, tu falaste-me de flexibilidade e aprendi a dobrar para não quebrar, como aquele pequeno ramo verde faz diante dos golpes do vento.
Sim, Pai… tu és e serás sempre o meu herói, o meu amigo, o meu grande mestre e meu companheiro desta caminhada que é a VIDA…
Sempre foste firme, quando era de firmeza que eu precisava…
És e foste terno, quando era de ternura que eu necessitava…

Hoje, eu sei muito bem o que faço aqui, porque tu Pai, fizeste e fazes muito mais que apenas me orientar.
Caminhas todos os dias ao meu lado, segues-me bem de perto, SEMPRE!
Outras vezes, andas à minha frente,  muitas outras, deixas rastros de luz, como directrizes seguras para que eu as possa seguir…
Amo-te muito, Pai…

Feliz aniversário!

12064451_10204879209326482_624155377_n

Ingredientes:

4 ovos
200g açúcar
60g manteiga
250g farinha
1c. chá de fermento para bolos
6 Figos
1c. café de canela e erva doce em pó

Decoração:

Figos em calda Queijaria Povolide
Açúcar em pó

Preparação:

1. Bater as claras em castelo. 5Min./Vel.3
Reservar.
2. Retirar as cascas dos figos e reduzir a puré.
Reservar.

2015-10-10 11.28.54 2015-10-10 11.30.46

3. No copo colocar o açúcar, as gemas e a manteiga. Programar 5Min./37º/Vel.3

2015-10-10 11.35.14 2015-10-10 11.41.00

4. Adicionar os figos. 20Seg./Vel.4

2015-10-10 11.41.45 2015-10-10 11.43.08

5. Adicionar a farinha, o fermento e as especiarias. 20Seg./Vel.3

2015-10-10 11.44.38 2015-10-10 11.46.28

6. Envolver este preparado nas claras em castelo.

2015-10-10 11.48.12

7. Verter numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha.
Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante 45Min.
8. Retirar do forno e deixar que a temperatura estabilize e desenformar 15Min. depois.

Decorar a gosto.

12092720_10204879208926472_1959284222_n

12053126_10204879207486436_638674241_n

 

IMG_20150714_210328

 

 

4 comentários:

  1. Que palavras tão bonitas! E que bolo maravilhoso para o teu pai! Espero que tenha tido um dia muito feliz!

    ResponderEliminar
  2. Belo bolo.

    Beijinhos e boa semana,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/10/quinze-dias-com-yotam-ottolenghi-e.html

    ResponderEliminar