Blogue Patrocinado Por

Blogue Patrocinado Por

domingo, 30 de outubro de 2016

Bolo de Domingo...

Um bolinho simples para o lanche de Domingo, satisfaz sempre a minha família.
Hoje, num dia de Outono que mais parece um dia de Verão, o cheiro a bolo acabado de sair do forno perfuma toda a casa.
Ainda morno, alguém já lhe roubou uma fatia e não fui eu... :D


Ingredientes:
1 Laranja
2 ovos
250g açúcar
80g óleo de girassol
300g farinha
1c. chá de fermento para bolos
Preparação:
1. Retirar a casca da laranja o mais fino possível.
Remover a parte branca da laranja, cortar em 4 partes iguais.
Remover os caroços.
2. No copo deitar as cascas e os gomos da laranja. 10Seg./Vel.9
3. Adicionar o óleo e o açúcar. 1Min./Vel.9
4. Adicionar os ovos 1Min./37º/Vel.3


5. Adicionar a farinha e o fermento. 20Seg./Vel.3


6. Untar uma forma da Metalúrgica Bakeware Production, s.a. Pão de Ló com cano
Verter o preparado.


7. Levar ao forno pré-aquecido a 180º/45Min.
Retirar do forno e deixar a temperatura estabilizar cerca de 10Min.
Desenformar e servir numa Boleira Two Sides da ClementinAtelier
Acompanhar com um chá quente ou fresco ;)





segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Biscoito, Bolo ou Doce...

Não sabendo muito bem como lhe chamar, decidi usar os 3 nomes que já lhe atribuíram, ora pois!
O que eu sei e muito bem é que este Doce, já esteve presente à minha mesa inúmeras vezes e não há quem lhe resista.
Uma receita de origem humilde, pelos ingredientes utilizados, este doce é confecionado com pouquíssimos e banais ingredientes. Porém, as quantidades, o tempo de cozedura, a temperatura do forno a lenha e a especificidade dos ingredientes é que ditam a qualidade e o original sabor.
Este Biscoito, Bolo ou Doce caracteriza-se por ser escurinho, sempre na forma retangular, de sabor bastante adocicado e de aspeto robusto.
O seu sabor é único, raramente se consegue resistir a provar mais do que um pedaço, é viciante.
É um doce que não deve ser partido à faca, antes sim quebrado com a mão!
É feito à base de farinha, açúcar e raspa de limão.
Deve ser acompanhado de uma generosa fatia de queijo Amanteigado e um chávena grande de chá... Hummmm, delícia!

Ingredientes:
raspa de 1 Limão (podem adicionar também o sumo, se quiserem obter um sabor mais intenso, não o fiz)
500g açúcar Amarelo areado
500g farinha T55 sem fermento
250ml água fervida + 3c. sopa de mistura solúvel de cevada
1c. café bem cheia de Bicarbonato de sódio
Preparação:1. No copo deitar a casca de limão e 100g de açúcar. Programar 10Seg./Vel.9


 2. Adicionar o restante açúcar, a farinha e o bicarbonato.
Envolver 30Seg./Vel.4


3. Programar 2Min./Vel.3 e com a Bimby em movimento adicionar pelo bocal a Cevada morna.


4. Deixar a massa repousar cerca de 5Min.
5. Num tabuleiro untado, retangular, usei ESTE d' A Metalúrgica Bakeware Production, s.a. , deitar todo o preparado.


Levar ao forno de lenha em temperatura média, cerca de 30Min.
Se usarem o forno normal, 180º/ 30-35Min. ou até estar cozido.


No momento de servir, não se esqueçam, as facas ficam na gaveta.
Quebrar com as mãos, lavadinhas!











sexta-feira, 21 de outubro de 2016

ClementinAtelier - Cerâmica feita à mão...

Hoje, venho falar-vos e mostrar-vos 2 peças de cerâmica que adquiri.
Gosto de peças que me digam algo, que me sejam especiais e com as quais me identifique.
Estas são em tudo, aquilo que eu pretendia.


Há algum tempo que procurava uma Boleira, a oferta de mercado é muita e vasta, mas ainda não tinha encontrado aquela especial... Sim, ESPECIAL até que um dia dou de caras com a página de Facebook ClementinAtelier - Cerâmica feita á mão e a Boleira estava lá e foi assim uma paixão à primeira vista.
Linda, perfeita, delicada e versátil: a Boleira Two Sides permite duas opções no seu uso.



Difícil, mesmo foi limitar as minhas aquisições e resistir, porque gostava imenso de ter comprado uma peça de cada. :D
São tão lindas, tão delicadas e com tanto significado, quer para a Rita com quem conversei bastante acerca das peças, do meu pedido, das cores...enfim, quer para mim.
Numa destas conversas a Rita apresentou-me possibilidades de escolha e mal referiu a coleção Renda, soube que era esta a que eu iria querer.
Depois de escolhida a cor Azul, o modelo, não resisti e fiz acompanhar da Boleira uma belíssima Tábua de Servir da Colorful Embroidery Collection da mesma cor. 


A ClementinAtelier nasceu em 2014, pela mão da talentosa Ana Rita Machado, licenciada em Design de Cerâmica e Vidro, fruto da sua paixão pelo ensino e pela cerâmica. 


Todo o processo das suas peças é feito manualmente.
Para além das suas criações que fazem parte de coleções,
desenvolve ainda peças personalizadas e exclusivas peças de autor.


Mas, na Clementina também se partilha a paixão pela cerâmica através de workshops temáticos ou através de aulas particulares para aqueles que têm curiosidade em pôr a "mão na massa".
Recomendo e só tenho pena de estar tão longe, porque estaria lá com toda a certeza!


Querida Rita, 
OBRIGADA por todo o seu empenho, profissionalismo e dedicação para satisfazer os meus pedidos.
Fico-lhe muito grata por todo o carinho, pois sabe o quanto estas peças significam para mim, portanto resta-me desejar-lhe o maior dos sucessos.

Contactos:
Morada: Av. Magalhães Lima nº6 r/c dto
1000-197 Lisboa


quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Bolo Beirão...

Sempre que há festa de aniversário, há bolo, há receita nova e há a celebração de uma vida!
O meu pai fez anos e eu fiz-lhe um bolo, claro está!
Um bolo simples, mas com 2 ingredientes que ele e eu adoramos: Licor Beirão e Ananás, juntos deram origem a um bolo fresco e aromático que estava delicioso.



Ingredientes:
Para o Bolo:

6 ovos
250g farinha T55
1c. chá de fermento para bolos
250g açúcar
25ml de Licor Beirão
1 lata de Ananás em rodelas
Para o creme de recheio:
2 ovos
300ml leite
20ml Licor Beirão
15g Amido de Milho
60g açúcar
Cobertura Buttercream:
150g manteiga à temperatura ambiente
200g açúcar em pó
1c. chá de aroma de baunilha
1c. café de Corante azul (opcional)
Para decorar:
Amoras Silvestres
Pérolas
Coco ralado
Preparação:
No dia anterior fazer o Creme de Recheio:
1. Deita no copo o Açúcar e pulverizar. 10Seg./Vel.9
Adicionar os restantes ingredientes e programar 6Min./90º/Vel.4
2. Deitar num recipiente de vidro, colocar película aderente de modo a que esta toque no creme.
Deixar arrefecer à temperatura ambiente e depois levar ao frigorífico.
No dia anterior fazer o Buttercream:
1. No copo colocar 200g de açúcar. Programar 20Seg./Vel.9
2. Adicionar a manteiga e misturar para que a manteiga se transforme num creme fofo.
3Min./Vel.3
Adicionar a meio o aroma de baunilha.
4. Como eu pretendia que uma parte do creme fosse azul claro e outro ligeiramente mais escuro, retirei um pedaço de Buttercream e reservei.
Adicionar umas gotas de corante e envolver.
Na outra parte, adicionei mais gotas de corante azul e envolvi com uma espátula até adquirir a cor pretendida, mais escura.
Reservar no frigorífico.
Bolo:
1. Colocar no copo 2 rodelas de Ananás e programar 20Seg./Vel.5
Inserir a borboleta e adicionar o Licor, os ovos e o açúcar. 8Min./37º/Vel.3
2. Adicionar a farinha e o fermento. 20Seg./Vel.3
3. Pré-aquecer o forno a 180º
4. Untar uma forma e verter o preparado.
Levar ao forno durante 30Min.
5. Retirar do forno, deixar a temperatura estabilizar por 5Min.
Desenformar.
Montagem do Bolo Beirão:
1. Depois de completamente frio, cortar o bolo a meio.
Regar cada uma das partes com 5 colheres de sopa de sumo da lata de Ananás.
Partir as rodelas de Ananás a meio e preencher a base do bolo, na totalidade.



2. Por cima do ananás, deitar o Creme e tapar toda a superfície.


3. Colocar a outra metade do bolo reservada.


4. Barrar todo o bolo com o Buttercream e decorar a gosto.







 Depois de decorado o Bolo deverá ser reservado em lugar fresco ou no frigorífico.

Sugestão:
Podem substituir o Ananás por outra fruta em calda a gosto.


domingo, 16 de outubro de 2016

Baguetes de Beterraba...

Hoje, celebra-se o World Bread Day 2016 e claro eu também me juntei a esta comunidade que reúne Bloggers de todo o mundo, na confeção de um Pão para este dia.
O meu contributo foram as Baguetes de Beterraba, com uma cor linda em tons de rosa, uma crosta crocante e um miolo fofo.
Para mim, o Pão caseiro é, sem dúvida alguma, o melhor que se pode comer, seja ele qual for não concordam?
São só vantagens!
Ao fazermos o nosso próprio pão, sabemos quais os ingredientes que o constituem, além de ser mais saudável, nutritivo, é mais económico e sempre a nosso gosto!
E vocês já fizeram Pão?


Ingredientes:
220g beterraba cozida (se a cozerem em casa, guardem a água da cozedura para o pão)
250g farinha de Arroz
320g farinha Integral
300ml água (podem usar a da cozedura da beterraba)
11g FERMIPAN OU 25g fermento fresco de padeiro
20g azeite
1c. sopa de Vinagre branco ou de Sidra (vai ajudar a fixar a cor)
1c. chá de açúcar
1c. chá de Flor de Sal Salinas CORREDOR DO SOL

Preparação:
1. No copo da Bimby colocar a água, o fermento, o sal, o açúcar.
Programar 2Min./37º/Vel.2
2. Adicionar a beterraba cozida e triturar 7Seg./Vel.5
3. Adicionar as farinhas e o vinagre. 2Min./Espiga


4. Retirar a massa do copo e moldar a massa em baguetes.
Colocar na Placa 3 Baguetes  d'A Metalúrgica Bakeware Production, s.a.


5. Deixar a massa repousar 15Min.
Levar ao forno a 200º/ 20Min. ou até estarem cozidas.





quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Torta de Coco...

Adoro Tortas!
Sejam elas: simples ou recheadas, com creme ou sem creme, com frutas ou compotas, ADORO!
E num dia em que estava a passear pelos meus Blogs amigos, deparo-me com a publicação de uma Torta de Coco d' A Pimenta Rosa
Guardei a receita, que no Blog da Andreia e da Patrícia está no modo tradicional e prometi-lhe que assim que tivesse oportunidade iria testar a receita dela e adaptá-la para a versão Bimby.
Confesso que enrolar Tortas não é a minha especialidade: ou ficam demasiado altas, ou partem quando enrolo, ou cozem demais...bem é sempre uma aventura. Daí não ser algo que faça com muita frequência.
Contudo, esta pareceu-me diferente a nível da consistência e muito também pelos ingredientes que são usados.
Uma torta deliciosa, que me saiu na perfeição, que já repeti 3xs depois da primeira e SIM é de facto uma delícia.
Enroladinha, direitinha (não faz juz ao nome :D), sem quebrar, húmida e tão, mas tão perfeita!


Ingredientes:
250g açúcar usei apenas 200g
125g coco ralado
25g margarina à temperatura ambiente
6 gemas + 3claras usei 4 ovos (separei as claras das gemas)
Preparação:
1. No copo, com a borboleta inserida deitar as gemas, a manteiga e o açúcar.
6Min./Vel.3


2. Entretanto, bater as claras em castelo (usei a batedeira), reservar.


3. No copo, adicionar o coco ralado.
Programar 20Seg./Vel.3


4. Adicionar o preparado de coco às claras em castelo e misturar delicadamente.


5. Num tabuleiro retangular d' A Metalúrgica bakeware Production, s.a, forrado com papel vegetal, verter o preparado.
A massa deverá ocupar todo o tabuleiro.


6. Levar ao forno pré-aquecido, até que fique dourado.
180º/20Min.


7. Num pano, polvilhar com coco ralado e açúcar em pó.
Desenformar a torta, retirar a folha de papel vegetal e enrolar de imediato.




8. Depois de enrolada, manter o pano de algodão e deixar arrefecer por completo.
Cortar em fatias e servir numa Tábua WoodFlavors - Tábuas Portuguesas