Blogue Patrocinado Por

Blogue Patrocinado Por

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Creme de Abóbora e Castanhas...

No meu mundo, na minha vida e nas minhas origens são as castanhas que trazem o Inverno, os dias frios e cinzentos muitas vezes embrulhado em ventos de Norte, uma chuva miudinha e SAUDADES. O cheiro das castanhas assadas perfumam a minha casa, fazem-me viajar pela minha terra, levam-me ao conforto e paz do lar da minha avó.
Ter Castanhas em abundância em casa é para mim um indício dos dias frios, gorros, luvas e cachecóis, golas altas, lareiras acessas, chávenas de chá e biscoitos caseiros.
É sinónimo de visitas à família, o celebrar de vidas, é passear nas ruas da minha terra com as mãos geladas, nariz vermelho e a pingar e as memórias a passear mesmo em frente dos meus olhos.
É conseguir recordar o som de vozes que há muito já não escuto, gargalhadas que nos faziam rir tanto até doer a barriga em redor de uma mesa com a família.
E depois há aqueles dias em que apesar do frio que se instala com o decorrer do Outono, faz Sol.
Um Sol a perder de vista que parece que do nada nos ilumina a alma. E tudo parece estar no sítio certo, como se as energias fossem só as boas, as melhores, as positivas... 
Depois chega o Inverno e com ele o Natal e com o Natal os devaneios natalícios a nível alimentar...
Chega aquela altura, em que não há nada melhor do que um creme quente para aconchegar o estômago e para o libertar dos excessos cometidos.
Este creme sempre foi feito na cozinha da minha avó e da minha mãe, principalmente na época em que as abóboras se acumulam, mas também depois do Natal em que alguns doces têm como ingrediente a dita cuja.
Em dias como estes, tem de haver um creme para o almoço ou jantar.
Quente, nutritivo, completo. Um forno a lenha ligado e o que estação do Inverno oferece sobre a bancada: as Castanhas, as Abóboras, de diferentes cores, tamanhos e formatos, especiarias, ervas aromáticas.
Aromas quentes que enchem a minha cozinha de recordações.
Sirvo, assim, o Inverno numa tigela de barro...que me traz de volta, à memória... aqueles que já partiram...


Ingredientes:
800g de abóbora, partida em cubos
300g Castanhas assadas ou cozidas
1 folha de Louro, Aroma Alentejo
1 cebola grande
2 dentes de Alho
30ml azeite
Sal, Salinas Corredor do Sol
Pimenta preta moída, Suldouro Navires
2 talos de aipo, partidos em pequenos pedaços
2 cenouras
600ml água
Preparação:
1. Para cozer as castanhas na Bimby:
Deitar 1L de água no copo, fazer um golpe em cruz nas castanhas, coloque-as no cesto e programe 40Min./100º/Vel.3
Descascar as castanhas e reservar.
2. Se optar por assar: fazer um corte em cruz nas castanhas, deitar num tabuleiro, polvilhar com bastante sal e levar ao forno até estarem assadas.
Reservar.
3. Para o creme:
No copo deitar a cebola, os dentes de alho e o azeite.
Picar 5Seg./Vel.5
Adicionar a folha de Louro e refogar 5Min./Varoma/Vel.1
4. Retirar a folha de Louro.
Deitar a abóbora, as cenouras e os aipos, adicionar a água, temperar de sal.
Programar 30Min./100º/Vel.1
5. Terminada a cozedura, adicionar 200g de castanhas reservadas.
Triturar 1Min./Vel.3-5-7
6. Servir em tigelas de barro e guarneça o creme com as restantes castanhas, partidas em pedaços grosseiros.
Por último, deite um fio de azeite e sirva com pão torrado.


2 comentários: