Blogue Patrocinado Por

Blogue Patrocinado Por

quinta-feira, 23 de março de 2017

Angel Cake... o Bolo dos Anjos!

Angel Cake... o bolo dos Anjos!
Confesso que criei uma expetativa elevada quanto a este bolo, li e já reli inúmeros textos com receitas acerca dele e sempre me transmitiram as melhores impressões.
Certo dia, com claras reservadas na quantidade certa, decidi por em prática uma dessas receitas, mas antes vi várias versões, mas apenas duas me cativaram: ESTA e ESTA , também decidi procurar um tutorial em vídeo e encontrei ESTE .
Na minha bancada, coloquei os ingredientes, optei por usar a batedeira, tal como me era sugerido.
Usei a minha nova forma da Metalúrgica Bakeware Production, SA, própria para o efeito e... confesso que o resultado não foi o esperado!
Comeu-se...mas não foi um bolo que fosse ao encontro daquilo que eu expectei.
Contudo, como nem todos somos iguais deixo aqui a minha experiência para que também possam experimentar e dizer de vossa justiça.
Um dia que se volte a proporcionar, voltarei a fazer, mas com as minhas devidas alterações, pois uma das coisas que certamente alterarei será a quantidade de açúcar sugerida... muito doce para mim.


Ingredientes:
12 claras 
300g de açúcar (demasiado, na minha opinião)
150g de farinha T55
1c. chá de fermento para bolos
1c. chá de cremor tártaro (substituí por sumo de limão)
1 limão (raspa)
1 pitada de sal
Preparação:
1. Pré- aquecer o forno a 170º.
2. Numa taça, bater as claras juntamente com a pitada de sal.
Quando as claras começarem a levantar, adicionar dois terços do açúcar e o cremor tártaro (sumo de limão) e continuar a bater até obter um merengue.


3. Peneirar o restante açúcar juntamente com a farinha e a raspa da casca do limão às claras e misturar, com a ajuda de uma espátula, muito cuidadosamente, de forma a que não fiquem visíveis grumos de farinha.



4. Verter o preparado numa forma com chaminé, anti-aderente, sem untar.Alisar a superfície de forma uniforme com a ajuda de uma espátula.
Se não tiverem a forma própria, poderão usar uma forma normal de chaminé.



Levar ao forno durante 30Min., até ficar dourado no topo.


5. Retirar do forno e, dar a volta para cima de um prato, onde irá desenformar, de modo a impedir que o bolo toque na superfície para fazer circular o ar.
Aqui, deveria ter acontecido isto:
"Não se preocupe, ele não vai cair!
Depois de completamente frio, passe uma faca ou espátula fina ao redor do bolo e do canudo para o descolar."
Mas, ele caiu de imediato: PLUFF e abateu ligeiramente!
Fez-me lembrar as minhas primeiras tentativas de Molotoff...


 

4 comentários:

  1. Eu gosto de bolo anjo mas é um bolo que, na minha opinião, precisa de um creme para o acompanhar dando-lhe assim outra graça! Por falar nisso tenho de arranjar a minha velhinha forma de angel cake que devido às marcas do tempo já ganhou um buraco extra! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, também acho que lhe falta um cremezito.
      Vou ter que testar novamente e já tenho uma nova receita que me facultaram.
      Beijoquinhas

      Eliminar
  2. Olá Cristina,
    que pena que não gostaste... eu só o fiz uma vez, mas gostei mesmo muito. Concordo com o que diz a Elisabete, é um bolo que vai bem com um topping qualquer.
    Não deixes de o voltar a fazer, mas adiocina um creme, vais ver que vais gostar :)
    Beijinhos
    Marta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Marta,
      Irei repetir sim, e vou aproveitar as vossas dicas.
      Obrigada
      Beijinhos para ti

      Eliminar