Blogue Patrocinado Por

Blogue Patrocinado Por

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Naked Cake... um Bolo de Aniversário!

Celebrar a vida é viver cada momento como único, é contemplar a beleza do respirar e a frescura do sorrir.
Celebrar a vida é amar, é abraçar tudo o que se apresenta em cada dia e em cada momento.
Celebrar a vida é ver em tudo o que os olhos físicos observam e perceber que fazemos parte de tudo e tudo faz parte de nós. 
Celebrar a vida é sentir leveza em cada despertar e acordar com a certeza que apenas é preciso SER.
E no dia em que o pai de uma amiga nossa de infância celebra  a sua vida, celebra mais um aniversário eu recebo um telefonema dela a pedir-me um bolo especial.
É sempre maravilhoso poder fazer parte de momentos destes, através de algo que eu adoro: Bolos.
E um Bolo de Aniversário é sempre um bolo especial...para celebrar a VIDA!


Ingredientes:
Bolo 1:
3 Ovos

130g Farinha T55
70g Fécula de Batata
2c. sopa de Chocolate em pó
1c. chá de fermento para bolos
100g Açúcar


Bolo 2:
5 Ovos
250g Farinha T55

250g Açúcar
1c. chá de fermento para bolos

Creme para Recheio:
60g Açúcar
2 Ovos
400ml Leite
20g Amido de Milho
30ml de Licor Beirão OU outro a gosto


Cobertura de Mascarpone:
2c. sopa de Açúcar (podem adicionar mais açúcar)
200ml Natas frescas (bem frias)
150g Queijo Mascarpone

Para decorar:
Bombons Rafaello
Pérolas, Pepitas azuis VAHINÉ
Coco ralado


Preparação:
Bolo 1:
1. No copo deitar os ovos e o açúcar.
Inserir a Borboleta.
Programar 5Min./37º/Vel.3
2. Adicionar o chocolate em pó, as farinhas e o fermento.
Programar 20Seg./Vel.3

3. Pré-aquecer o forno a 180º
4. Untar uma forma com manteiga e polvilhar com chocolate em pó.
Verter o preparado e levar ao forno durante cerca de 25Min.

5. Retirar e deixar a temperatura estabilizar durante 10Min.
Desenformar e deixar arrefecer.


Bolo 2:
1. No copo deitar os ovos e o açúcar.
Inserir a Borboleta.
Programar 7Min./37º/Vel.3
2. Adicionar a farinha e o fermento.
Programar 20Seg./Vel.3

3. Pré-aquecer o forno a 180º
4. Untar uma forma com manteiga e polvilhar com farinha.
Verter o preparado e levar ao forno durante cerca de 40Min.

5. Retirar e deixar a temperatura estabilizar durante 10Min.
Desenformar e deixar arrefecer.


Creme para Recheio:

1. Deitar todos os ingredientes no copo.
Programar 7Min./90º/Vel.4

2. Verter o creme para uma taça de vidro e deixar arrefecer.
Mexer de vez em quando para que não se forme uma crosta.


Cobertura de Mascarpone: 
1. No copo, deitar o açúcar e pulverizar.
Retirar e reservar.
2. Com a ajuda de uma batedeira, bater as natas e aos poucos adicionar o açúcar.
3. Com as natas batidas e bem firmes, adicionar o Mascarpone e envolver com a ajuda de uma espátula.
 

Montagem do Bolo:
1. Cortar o Bolo 2 a meio, barrar com metade da quantidade do Creme para Recheio.
2. Colocar em cima deste o Bolo 1, barrar com a outra metade do Creme para Recheio.

3. Colocar a outra metade do Bolo 2.


4. Barrar todo o Bolo com a Cobertura de Mascarpone, mas de forma a que as camadas de bolo sejam visíveis, tornando-o desta forma, mais simples e delicado.


Decorar a gosto.




 

quarta-feira, 19 de abril de 2017

O meu Bolo de Aniversário!

No passado dia 16 de Abril, celebrei o meu aniversário e foi um dia muito feliz passado com os que mais amo: a minha família.
Começo por agradecer a todos vós, que me felicitaram pelo meu aniversário e quero dizer-vos que senti muitos dos beijinhos e abraços no meu coração. Muito obrigada!
No dia de hoje, a Vida segue a cada segundo e eu continuarei a celebrá-la.
O dia do meu aniversário é sempre vivido intensamente, confesso que este é o dia que mais anseio durante todos os outros restantes dias do ano. Gosto mesmo muito do meu dia e o avançar da idade não me assusta mesmo nada, pelo contrário!
Já são 41 :)
Os cabelos brancos começam a dar o ar de sua graça, mas eu gosto deles. Não os tenciono camuflar com tintas!
As rugas também já começam a desenhar-se no meu rosto, mas cada uma delas representa parte da minha vida e existência, contam uma história vivida e tantos sorrisos e gargalhadas. E eu gosto!
Sinto-me bem comigo mesma e isso é o mais importante.
Sou feliz, tal como sou!
Estou bem resolvida com a VIDA, com a minha VIDA!
E quando se celebra mais um aniversário, o bolo é algo que eu não prescindo!
Mentalmente, desenho mil e uma formas de o decorar e no final...nunca fica como imaginei, fica sempre muito mais bonito!
O meu bolo é delicioso, perfeito e único...porque é o MEU e eu não quero outro diferente... ;)


Ingredientes:
Bolo
5 ovos
200g açúcar
250g farinha T55
1c. chá de Fermento para bolos
Recheio:
Deve ser preparado no dia anterior

Ovos Moles
Doce de Chila 250g
1 placa redonda de Massa Folhada (Levar ao forno a 200º/15Min.)
Cobertura:
1 pacote 200ml de Natas (para bater)
1 saqueta de gelatina Mix Royal sabor Morango - Framboesa
1c. sopa de sumo de Limão
Decoração:
Flores naturais
Pérolas Vahiné
Preparação:
Bolo:
1. No copo limpo, colocar o açúcar e os ovos.
Inserir a borboleta, programar 7Min./37º/Vel. 3
2. Deitar a farinha e o fermento.
Envolver 20Seg./ Vel. 3


3. Pré-aquecer o forno a 180º
4. Untar uma forma com manteiga e polvilhar com farinha.
Verter o preparado do bolo e levar ao forno durante 35Min.
5. Retirar do forno deixar a temperatura estabilizar durante 10Min.
Desenformar e deixar arrefecer por completo.
Cobertura:
1. No copo da Bimby, seco e limpo, deitar a saqueta de gelatina.
Pulverizar 30Seg./Vel.9
2. Num recipiente, deitar todos os ingredientes e com a ajuda de uma batedeira, misturar bem os ingredientes até ficar um preparado bem espesso e firme.
Demorei apenas 10Seg.
3. Reservar no frio até ao momento de usar.
Para rechear:
1. Num recipiente, misturar os Ovos moles e o Doce de Chila.
2. Cortar o bolo a meio.
Rechear uma das partes com metade da mistura de Chila e Ovos Moles.
Colocar a placa de massa folhada.
Rechear novamente com a restante mistura de Chila e Ovos Moles.
Colocar a outra metade do bolo.
3. Barrar todo o Bolo com o preparado da Cobertura.
Decorar a gosto.





quinta-feira, 13 de abril de 2017

Ninho da Páscoa...

O Ninho da Páscoa, ovos de chocolate, coelhos... e uma Lenda!
Uma Mãe, de origem humilde queria oferecer aos seus filhos um presentinho no dia de Páscoa, mas o dinheiro não abundava por aquele lar, pensou nas mais diversas possibilidades. Contudo, os seus poucos recursos barraram as suas pretensões.
Mas, ao olhar para uma cestinha, viu que mesmo ao lado estavam uns delicados ovinhos.
Naquele projeto que acabava de delinear mentalmente e com todo o seu amor decidiu cozinhar, para depois colorir cada um dos seus ovinhos caseiros.
Longe dos olhares dos mais pequeninos fez bonitas pinturas nos ovos e decorou a cestinha com palhinhas fazendo um ninho.
Assim, no dia da Páscoa, acordou mais cedo e escondeu os ovos num ninho improvisado no fundo do seu quintal. 
Quando as crianças acordaram e descobriram aquele cenário,
ficaram surpreendentemente encantados: lá estavam, junto a uma árvore os ovos coloridos. 
Neste instante, porém, um coelho que por ali passava e assustando- se com o barulho das crianças, fugiu saltitando por entre os ovinhos.
Estupefactos disseram: "Estes ovos coloridos e tão diferentes só podem ter sido trazidos pelo coelhinho", assim pensaram as crianças e assim nascia essa crença na Páscoa!
O mais importante e a reter nesta Lenda é que a intenção, e não que o é dado, é que faz toda a diferença.
O ato mais simples, muitas vezes, se torna
raro e de valor inestimado.
Feliz Páscoa!


Ingredientes:
1 laranja
5 ovos
200g açúcar
100g óleo de girassol
300g farinha T55
1c. chá de fermento para bolos
Para decorar:
Chocolate branco LINDT derretido
Rafaellos
Pepitas Multi cores e Pérolas Brancas VAHINÉ
Acessórios decorativos
Preparação:
1. Lavar a laranja, retirar a casca o mais fino possível.
Reservar.
Retirar a parte branca da laranja e cortar em 4 partes iguais.
2. Deitar a casca no copo limpo e seco e dar 2 toques Turbo.



3. Adicionar os gomos da laranja e o açúcar. Programar 30Seg./Vel.9


Inserir a borboleta. Programar 7Min./37º/Vel.3


4. Com a ajuda de uma batedeira, bater as claras em castelo.
Reservar.
5. Ao preparado das gemas adicionar o óleo.
Envolver 30Seg./Vel.3
6. Retirar a borboleta.
Adicionar a farinha e o fermento. Programar 15Seg./Vel. 3


7. Verter este preparado no recipiente das claras em castelo e envolver delicadamente.


8. Pré-aquecer o forno a 180º
9. Untar uma forma de chaminé com manteiga e polvilhar com farinha.


10. Verter o preparado na forma.
Levar ao forno durante 40Min.


Retirar, deixar a temperatura estabilizar durante 10Min.


Desenformar e deixar arrefecer por completo.


Decorar.



segunda-feira, 10 de abril de 2017

Bolo de Chocolate...

Ohhhhh, Não!
Simmmm!
É mais um Bolo de Chocolate!
Quem é que não fica com água na boca quando ouve as palavras:
"Quem quer uma fatia de Bolo de Chocolate?"
Eu fico, não resisto a um bom bolo de chocolate!
Há vários tipos de bolos de chocolate: uns mais secos e intensos, uns cujo interior se derrete todo mal é cortado, uns fofinhos e doces, outros mais amargos e até picantes e este é...fofo, muito fofo, intenso e húmido.
É isto, irresistível e quase impossível de ficar apenas por uma fatia.
Um bolo que marcou um dia importante para mim:
Domingo de Ramos, um miminho para a minha afilhada e o aniversário da minha saudosa Avó.
No Domingo de Ramos, cá na minha vila fazemos a Bênção dos Ramos que as afilhadas oferecem às suas madrinhas.
A minha afilhada Camila e eu cumprimos a tradição. 
Num dia em que a Saudade de outros tempos falou mais alto... um dia em que continuo a celebrar a vida da minha Avó e a recordo... o bolo não teve velas, nem a música foi cantada, mas ela será sempre lembrada e o seu bolo continuará  a estar presente na nossa mesa no dia 09 de Abril.


Ingredientes:
5 ovos
150g açúcar
150g óleo de girassol
150ml leite
100g chocolate em pó OU Cacau
100g farinha T55
100g farinha de Arroz
1c. sobremesa de fermento para bolos
Açúcar em pó para polvilhar
Preparação:
1. No copo da Bimby deitar os ovos e o açúcar.
Inserir a borboleta.
Programar 7Min./37º/Vel.3


2. Retirar a borboleta.
Adicionar o leite, o óleo e o chocolate.
Programar 3Min./37º/Vel.3


3. Adicionar as farinhas e o fermento.
Programar 15Seg./Vel.3


4. Pré-aquecer o forno a 180º
5. Forrar uma forma de fundo amovível com papel vegetal e untar as laterais com manteiga e chocolate em pó.


6. Verter o preparado do bolo e levar ao forno 40Min.


7. Retirar do forno e deixar arrefecer a temperatura ambiente.
Polvilhar com açúcar em pó e servir.




A Bênção dos Ramos...
Eu e a minha Camila...



quarta-feira, 5 de abril de 2017

Folar de Azeite e a tradição do Domingo de Ramos...

Por esta altura, a azáfama dos preparativos para a Páscoa já se começa a sentir.
Nas listas de compras, a farinha, ovos, azeite e fermento entram de forma obrigatória.
O Folar de Azeite ou o Bolo Amarelo é aquele que marca presença em todo o lado: padarias, pastelarias, supermercados... e não há casa cá pela minha terra que não tenha um folar destes à mesa, assim como por muitos outros locais da Beira Alta e suas esbatidas fronteiras, quase a confinar com o Alto Douro. 
É uma verdadeira iguaria:  este bolo de azeite é um folar, mas não é doce.
O seu miolo é tão fofinho e tão leve que quase parece uma nuvem de algodão, com tons dourados muito pelo uso dos ovos caseiros e do azeite biológico de excelente qualidade.


A primeira vez que o fiz foi em Março de 2015, o primeiro ano em que tive a minha afilhada Camila para cumprir a tradição.
Tradição essa que consiste na oferta do Ramo no Domingo de Ramos da afilhada à Madrinha e  no Domingo de Páscoa, a Madrinha retribui o gesto com a oferta do Folar.
Para além de mais uns miminhos, o próprio Folar de Azeite tem que ser ofertado de forma obrigatória, isto para quem cumprir a verdadeira tradição. Eu cumpro.
A receita do Folar está AQUI , mas com o passar do tempo, fui aperfeiçoando a minha técnica e cada vez que a faço fica sempre melhor.
Simplesmente: PERFEITO!



Ingredientes:
Para o isco de levedura:
80g farinha T55
50ml água quente
1 saqueta de 7g FERMIPAN
Para a massa:
500g de farinha T55
5 ovos caseiros (temperatura ambiente)
150ml leite morno
100ml de azeite
Preparação:
1. Deitar no copo a farinha para o isco da levedura, o fermento e água quente.
Programar 2Min./50º/Vel.1
Deixar descansar este preparado dentro do copo da Bimby durante 30Min. ou até dobrar de volume.
2. Adicionar os 500g da farinha e os ovos.
Programar 2Min./Vel. Espiga
3. Programar 3Min./Vel.Espiga e adicionar pelo bucal, o leite morno.
4. Findo este tempo, programar mais 3Min./Vel. Espiga e com o copo medida inserido verter o azeite, para que este seja incorporado na massa, lentamente.
5. Retirar a massa para um recipiente grande, que deve estar polvilhado com farinha.
Esta massa vai crescer bastante.
Polvilhar por cima com farinha.
Tapar com um pano de algodão húmido, colocar este recipiente num local onde não haja correntes de ar, até que dobre de volume.
Dependendo da temperatura ambiente, este tempo poderá variar entre 2 a 3h.
6. Quando tiver dobrado de volume, polvilhar a bancada onde vai trabalhar a massa com farinha.
Amassar vigorosamente a massa, formar uma bola.
Se necessário, adicionar mais um pouco de farinha, de modo a que a massa não cole nas mãos.
7. Pré aquecer o forno a 200º.
Forrar o tabuleiro que irá ao forno com uma folha de papel vegetal ou se tiverem folhas de couve, optem por esta sugestão.
8. Para darem a forma tradicional, deverão dobrar a bola a meio, como se fosse um livro fechado e dobrar as pontas como um croissant.
9. Pincelar toda a superfície com azeite.
Levar ao forno e diminuir a temperatura para os 180º/30Min.
10. Retirar do forno e deixar arrefecer embrulhado num pano de algodão seco, para que a crosta fique muito molinha.







Outras sugestões de Folares:
Folar à moda da Guarda
Mini-Folares Doces

sábado, 1 de abril de 2017

Tarte de Lamego...

A famigerada Tarte de Lamego... uma verdadeira tentação, uma receita da doçaria regional portuguesa à qual eu não resisto!
E este pedaço de mau caminho, mora aqui mesmo ao meu lado...é!
Lamego, cidade no norte de Portugal, situada no lindo distrito de Viseu, que fica a apenas 30Km da vila onde moro e é possuidora de uma grande riqueza histórica, cultural e... conhecida também pela sua gastronomia, na qual se destacam os seus presuntos e enchidos, o cabrito assado com arroz de forno, a produção de vinhos, nomeadamente o Vinho do Porto, de cuja Região Demarcada faz parte, e os vinhos espumantes: Raposeira.
Mas também pela sua Doçaria: os Peixinhos de Chila que eu amo de paixão, o Doce de Ovos, o  Pão-de-Ló, sem esquecer os Pastéis "Lamegos", que me tiram do sério! O Biscoito da Teixeira que é uma verdadeira delícia nas suas duas versões: amarelo e o branco, o Leite Creme caseiro e por fim, mas não menos importante: a Tarte de Lamego!
É pecaminosa de tão doce, há quem a considere quase um pecado capital pela quantidade de açúcar (sugerida) que leva, mas doçaria é isso mesmo, doce, certo?
Desta vez não roubei uma única grama, não retirei nenhum ingrediente, esta é a receita que me foi dada, tal e qual como se faz numa das mais deliciosas pastelarias da cidade.
Pronto, confesso que... adicionei só assim uma coisinha que para mim faz a diferença...uma casquinha de Limão na calda de açúcar. ;)
Tradicionalmente, era feita sem base, mas com o passar dos tempos a base de massa folhada foi-lhe adicionada para lhe conferir um aspeto mais mimoso, palavras de quem me deu esta receita.
E de facto, a minha Tarte de Lamego é mesmo mimosinha...


Ingredientes:
200g de Amêndoa sem pele
3 ovos inteiros + 6 gemas
400g + 100g de açúcar
180ml de água
1 casca de Limão (opcional)
1 base redonda de massa folhada (comprei)
Preparação:
1. Pesar o açúcar, separadamente nas quantidades sugeridas.
Reservar.
2. Num tacho, deitar a água, os 400g de açúcar e a casca de Limão.
Levar ao lume e assim que começar a ferver, baixar um pouco a temperatura. Deixar atingir o ponto de fio. Cerca de 8-10Min. depois de começar a ferver.
Assim que atingir o ponto desejado, retirar imediatamente do lume, deitar a calda de açúcar num recipiente e deixar arrefecer durante 5Min., mexendo de vez em quando.
( Se decidirem usar a Bimby, programar 8Min./Varoma/Vel.2)


3.  No copo da Bimby, deitar as 100g de açúcar e pulverizar.
15Seg./Vel.9 Retirar e reservar.
Deitar a Amêndoa e picar.
10Seg./Vel.7 Reservar.


4. Num recipiente, colocar as 6 gemas e os 3 ovos inteiros.
Misturar bem.
5. Colocar sobre a calda de açúcar, um coador de malha fina e sobre este deitar o preparado das gemas e os ovos inteiros. Ir mexendo para que se incorporem na calda.


Assim que os ovos tenham passado para o recipiente, envolver a amêndoa, delicadamente.


6. Forrar uma tarteira de fundo amovível com a base de massa folhada, aproveito o papel vegetal para ajustar a massa à forma.
Com um garfo picar toda a base.
Verter a mistura  preparada anteriormente e polvilhar, com 80g do açúcar em pó reservado.
Levar ao forno pré-aquecido a 200º/ 20Min.


A tarte estará pronta, quando a cor dourada predominar e uma capa se formar na superfície, devido ao açúcar em pó.
7. Retirar do forno e deixar arrefecer na totalidade.


Só depois, desenformar.
Polvilhar com os restantes 20g de açúcar em pó e servir.



Modo de conservação:
Em local fresco, mas NUNCA no frigorífico!
P.S.- Em caso de adição...eu não tenho culpa nenhuma! :D





Sugestão: Para saberem mais um pouco acerca desta lindíssima cidade, clicar: AQUI